Vestibular UFPR 2019/20

Aqui você encontrará a lista dos livros e textos cobrados pela UFPR no vestibular,  bem como links para complementar os seus estudos e baixar os livros e textos  para ler.

Desejamos uma boa leitura e bons estudos!

Lista de obras literárias:

Últimos Cantos (1850)  – Gonçalves Dias

Desde meados do século XIX Antônio Gonçalves Dias foi reconhecido como um grande representante da literatura nacional. Apesar de sua vida ter sido permeada por muitas viagens e permanências no exterior, sua obra foi marcada por muita brasilidade, incorporando assuntos e paisagens brasileiras à literatura nacional.   Junto de José de Alencar construiu o movimento do indianismo, o qual elegeu como tema central o índio e sua rica cultura. Embora não tenha sido o primeiro a buscar na temática indígena recursos para o abrasileiramento da literatura, Gonçalves Dias foi o que mais alto elevou o Indianismo, destacamos nesse sentido o poema “I-juca-pirama”, encontrado na obra “Últimos Cantos”. Esse poema está dividido em dez cantos, protagonizados pelos índios tupis e timbiras.

Link para baixar o livro completo

Link para ouvir “I – Juca Pirama” em audiobook

Link para videoaula produzida pela UFPR TV

 

Casa de Pensão (1884) – Aluísio de Azevedo

Casa de Pensão é um representante do movimento Naturalista dentro da literatura brasileira. O Naturalismo iniciou-se no Brasil no final do século XIX, a ideia central desse movimento era derrubar o que o romantismo pregava e tratar os assuntos de uma forma real e falar sobre o que realmente as pessoas viviam. Talvez seja por esse motivo que Aluísio de Azevedo baseou-se em um fato real para escrevê-lo: “A Questão Capistrano”, crime que sensibilizou o Rio de Janeiro em 1876/77, quando um estudante é assassinado pelo irmão da moça que aquele seduziu. A realidade brasileira, seus aspectos sempre problemáticos, sobretudo no que diz respeito às classes menos favorecidas, são o ponto de partida – e de chegada – do autor.

Link para baixar o livro completo

Link para o audiolivro

 

Clara dos Anjos (1922) – Lima Barreto

Certamente Lima Barreto se inspirou em sua trajetoria de  vida pessoal para  escrever o romance Clara dos Anjos, passou por muito preconceito por causa de sua condição de indivíduo pobre e negro, juntando-se a isso problemas familiares e barreiras à sua realização como escritor e cidadão. E toda essa experiência negativa foi de certa forma ecoada no romance Clara dos Anjos, retratando de um lado a população pobre e oprimida dos subúrbios cariocas e, de outro, o mundo vazio e medíocre de uma burguesia composta por políticos incompetentes e policiais opressores.  A personagem principal é uma jovem mulata ingênua e  pobre, filha de um carteiro de subúrbio, que é iludida, seduzida e como tantas outras desprezada por um rapaz de condição social menos humilde que a sua.

Link para baixar o livro completo

Link para videoaula produzida pela UFPR TV

 

O Uraguai (1769)  – Basílio da Gama

O Uraguai é um poema épico escrito por Basílio da Gama, conta de forma romanceada a história da disputa entre jesuítas, índios e europeus nos Sete Povos das Missões, no Rio Grande do Sul.

Link para baixar o livro completo

 

Sagarana (1946) – Guimarães Rosa

Sagarana é um livro de contos modernista publicado por João Guimarães Rosa. É a primeira publicação que não foi posteriormente renegada pelo autor. Os textos exemplificam bem o estilo do autor, sua linguagem inovadora e seus temas, atrelados à vida rural de Minas Gerais. Guimarães Rosa combina e recombina habilmente as informações do meio, confundindo lugares e paisagens, mesclando o real, o imaginário e o lendário em sua obra. É um livro regionalista universalista já que suas histórias localizam-se no sertão de Minas Gerais, no entanto num contexto de questões existenciais universais.

O título da obra é um hibridismo: “saga”, radical de origem germânica que significa “canto heroico”, “lenda”; e “rana”, palavra de origem tupi que significa “que exprime semelhança “. Assim Sagarana significa algo como “próximo a uma saga”.

Link para baixar o livro completo

Link para palestra completa sobre a obra Sagarana

 

Morte e Vida Severina – João Cabral de Melo Neto

Link para baixar o livro completo

Link para assistir Morte e Vida Severina em desenho animado

 

Relato de um certo oriente – Miltom Hatoum

Link para o baixar o livro completo

 

Nove Noites (2002) – Bernardo Carvalho

Bernardo de Carvalho no seu livro Nove Noites, apresenta o complexo universo de um Brasil indígena entrelaçado à sociedade brasileira do final dos anos 30 no século XX, quando Getúlio Vargas estava no poder e o mundo iniciava a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945). Este é o cenário em que se apresenta o jovem antropólogo norte-americano Buell Quain, amigo do também antropólogo francês Levi-Strauss e aluno da renomada antropóloga Ruth Benedict. Em agosto de 1939, Buell teve uma morte trágica, quando então fazia suas pesquisas nas aldeias dos índios Krahô e Trumai .

Seis décadas após, o narrador do texto, ao ler num artigo de jornal sobre a morte de Buell começou a investigar incansavelmente as circunstâncias que o levaram à morte. A partir deste ponto toda a narrativa gira em torno desta questão.

Nove Noites de Bernardo de Carvalho acontece em dois tempos, enquanto o primeiro esta contextualizado em 1939, o segundo se passa no início do século XXI e seu desenrolar é surpreendente. Não deixe de ler!

Link para baixar o livro completo


Lista de textos de sociologia (1ª fase):


Lista de textos de filosofia (1ª fase)